Você já investiu no Youtube Ads? Se não, investiria?

Há muitos motivos que podem levar você a não anunciar nessa rede de anúncios. Pode ser pela produção de vídeo, que envolve mais tempo e recursos, ou talvez pelo pouco conhecimento a respeito.

Não se preocupe, porque nós vamos trazer para você:

  1. Como funciona e quais as vantagens de anunciar no Youtube Ads
  2. Melhores casos para usar o Youtube Ads
  3. E quando não é recomendado investir no Youtube Ads?
  4. Como definir orçamento para Youtube Ads
  5. Conclusão

Vamos lá?

Como funciona e quais as vantagens de anunciar no Youtube Ads?

Se o Google aparece em primeiro lugar com o título de buscador mais usado no mundo, quem arranca logo atrás é o Youtube.

Afinal, quando você quer fazer aquela receitinha de pavê ou descobrir se aquele fone que você quer comprar no Mercado Livre é de qualidade mesmo, você provavelmente vai para o Youtube.

Como segundo maior buscador do mundo, o Youtube é um excelente canal para investir, já que existem diferentes demandas que oportunizam aos anunciantes um contato com seus potenciais clientes.

Além disso, existem 6 tipos de anúncios que podem ser feitos na plataforma, alguns estáticos, mas a maioria em vídeo.

Os tipos de anúncios são:

  • Anúncios in-stream puláveis: anúncios que após 5 segundos você pode pular.
  • Anúncios in-stream não puláveis: anúncios que você não pode pular.
  • Anúncios em vídeo In-feed: anúncios que aparecem no Feed com uma imagem em miniatura do seu vídeo com texto.
  • Anúncios bumper: anúncios de até 6 segundos sem opção de pular.
  • Anúncios out-stream: anúncios que aparecem exclusivamente em dispositivos móveis e em apps e sites parceiros.
  • Anúncios de masthead: anúncios que aparecem na parte superior da página inicial do Youtube.

Quer saber quais as principais redes de anúncio e quais delas vale a pena investir? Leia aqui!

Nós também separamos as principais vantagens de investir no Youtube Ads para você, anunciante de primeira viagem nessa praia. 

Dá uma olhadinha.

Alto impacto a um custo baixo

Esse, sem dúvidas, é o principal benefício do Youtube Ads - e, com certeza, deixa muita gente de boca aberta.

Porque pensamos que anúncios em vídeo são mais caros e não convertem tão bem. 

Mas isso não é verdade. Anunciar nessa plataforma permite um alto potencial de alcance do seu anúncio a um custo por visualização (CPV) baixo

Vale reforçar aqui que o Youtube é uma ferramenta mais interessante para reforçar a marca e aumentar seu alcance do que um canal de venda direta propriamente dito.

Por isso, o alto impacto está mais em gerar visibilidade e consideração de marca com as milhões de visitas que o site recebe todos os dias e que fazem com que o seu anúncio circule bem.

Atualmente, o CPV médio gira em torno de $0.026 (2022), o que torna essa rede acessível para orçamentos iniciais mais baixos.

Segmentação detalhada do seu público-alvo

O Youtube Ads traz uma boa definição de público-alvo, permitindo que você mostre seus anúncios para pessoas com provável interesse na marca.

Na segmentação, você pode filtrar:

  • Demografia: sexo, idade, renda, e outras informações mais detalhadas, como pais e pessoas sem filhos, estudantes e profissionais formados, etc.
  • Interesses: aqui, esses interesses podem ser segmentados por afinidade, eventos importantes, mercado, entre outros.
  • Dados: segmentação a partir de interações com sua marca anteriormente.
  • Lista de clientes: segmentação através de dados on ou offline de seus clientes para interagir com eles.
  • Semelhantes: segmentação de públicos semelhantes à sua base própria. É o lookalike do Youtube.

Bom, como você viu, dá para ser bastante assertivo na plataforma. O melhor disso tudo é saber que seu dinheiro será investido em um público bem direcionado.

Vídeos podem gerar conversão, mesmo que indiretamente

Sabemos que os anúncios em vídeo não costumam gerar conversões tão rápidas e tão diretas assim como em outras redes de anúncio - como Google e Meta, por exemplo.

Mas não podemos subestimar o poder de alcance, reconhecimento de marca e - sim! - conversão desse canal. 

Em 2020, uma pesquisa feita com anúncios de varejo e e-commerce mostrou que criativos em vídeo geraram uma taxa de compra 48% maior do que criativos estáticos.

Isso nos diz muito sobre como o comportamento de consumo das pessoas está mudando e se tornando mais interativo. Ponto para os anúncios em vídeo.

É importante saber que a taxa de conversão do Youtube Ads não é alta como a de outros canais. Mas como a rede é capaz de gerar um alto volume, ela pode acabar suprindo essa taxa mais baixa de conversão. 

Além disso, vale ressaltar que o dispositivo pode influenciar a conversão. Por exemplo, é mais provável que um anúncio de vídeo visto pela TV gere menos conversões do que o mesmo anúncio visto pelo celular.

Sobre os tipos de anúncio em vídeo, os que funcionam muito bem são o bumper e o In-feed (antigo Discovery).

O Bumper precisa de uma segmentação bem assertiva, já que você só tem 6 segundos para passar a sua mensagem. Então, cada segundo, literalmente, importa.

Já o In-feed pode ter mais tempo, o que permite você trabalhar com mais conteúdo dentro do vídeo, mas a regra dos primeiros segundos para chamar atenção do lead ainda vale.

Melhores casos para usar o Youtube Ads

Agora que estamos perto de te convencer a usar o Youtube Ads, vamos entender melhor em quais contextos esse canal faz mais sentido.

Quando falamos em tipo de negócio, entendemos que o B2C faz mais sentido em se tratando de conversão de venda diretamente pelo anúncio.

Esse raciocínio é o mesmo aplicado em outras plataformas, como Meta Ads. Algumas redes são mais favoráveis a compras por impulso ou por oportunidade.

Digamos que você esteja no Youtube e veja dois anúncios:

O primeiro é de uma loja de roupas que está fazendo uma promoção e o segundo é de uma empresa de materiais para escritório.

A chance de você comprar uma roupa pelo anúncio é maior do que a de comprar materiais para escritório, concorda?

Outro ponto de entendimento é o produto/serviço em si. A complexidade ou facilidade do negócio, somado com seu valor agregado, são fatores que influenciam na conversão.

Já se pensarmos no contexto de objetivo, o Youtube Ads é muito indicado para anunciantes que queiram aumentar seu alcance e reconhecimento de marca.

Se esses são seus objetivos, o Youtube tem um grande potencial para o seu negócio.

Você pode observar que empresas muito voltadas ao cliente final, como Coca Cola, fazem anúncios do Youtube com a finalidade de reforçar a marca mais do que para vender o produto em si.

Assim como muitas empresas B2B buscam converter seus leads com vídeos de bumper. 

É possível gerar negócios tanto B2B como B2C no Youtube a partir de anúncios, ainda que em uma velocidade menor se comparado com outras plataformas. 

Isso se dá devido a intenção dos usuários que estão no Youtube: eles não necessariamente querem comprar algo lá.

Mas por mais que o Youtube Ads, em muitos casos, não traga vendas diretas para o anunciante, ele participa da jornada de compra como um importante canal influenciador.

Em resumo, o canal é muito bom para estratégias de performance no geral. Vídeos são sempre um bom canal para se investir.

E quando não é recomendado investir no Youtube Ads?

Tem alguns casos em que campanhas no Youtube podem não fazer muito sucesso.

Negócios que possuem um nível de segmentação mais alto, ou seja, que tem um público ou produto muito específico e nichado, costuma não fazer sentido.

Por exemplo, uma empresa de passeios para a terceira idade tem um público bastante exclusivo: apenas idosos. Até porque pessoas com mais idade nem costumam estar no Youtube. 

Ou seja, também há negócios que simplesmente não têm aderência com a plataforma.

Imagine que você é um diretor de marketing de um time de futebol e deseja contratar um clube de vantagens para os torcedores do seu time. Provavelmente nenhum torcedor vai realizar uma busca sobre esse produto no Youtube.

Então, é muito sobre entender a relação entre aderência de negócio e público x volume de buscas.

Como definir orçamento para Youtube Ads

Mas digamos que o seu negócio, público e objetivo tem tudo a ver com o Youtube Ads e você não vê a hora de colocar uma grana lá. Só que, como saber quanto colocar?

Chegou o momento de ver quanto custa investir no canal.

Como a gente já disse lá em cima, o CPV é acessível, então o orçamento tende a ser médio também.

A lógica aqui é a seguinte: primeiro, defina o quanto você pode investir. Depois, entenda o objetivo  - supondo que seja reconhecimento de marca. Agora, você só precisa saber qual o público para segmentar e ver o tamanho da audiência na plataforma.

Com base nisso, dá pra ter uma estimativa de investimento.

Por exemplo, você pode iniciar com um orçamento diário de R$ 10,00 a R$ 15,00 para campanhas de branding e, conforme deseja aumentar o alcance, pode investir mais.

Dica: uma recomendação nossa é ter para o Youtube Ads o equivalente a 10x o valor do seu CPA do Google Ads. 

Conclusão

E aí, deu para refletir um pouco sobre investir ou não investir em Youtube Ads?

Esperamos que você se coloque em uma posição de abertura sobre essa rede de anúncio. Afinal, demos diversos motivos para que você possa desbravar esse canal não tão valorizado como deveria.

Mesmo que você não tenha se convencido, teste. Se você entende que existe aderência e oportunidade dentro do Youtube para suas campanhas, teste antes de julgar.

Você não precisa - e nem recomendamos - gastar toda a sua verba nesse canal e muito menos em testes nele. Separe, digamos, 5% de verba para teste, crie um anúncio, segmente, faça um bom criativo, e veja o resultado. 

Se der boa, aumente o investimento. Se der ruim, mude a rota e tente uma nova estratégia. Ou vai ver o Youtube não é para você - e tudo bem!

De qualquer forma, mídia paga é teste. Você não pode fugir disso, pode?

Antes de ir embora

Gostou desse conteúdo e quer nos ajudar a compartilhar mais conhecimento? Compartilhe esse texto!

Nós queremos ajudar empresas a obterem mais sucesso com seus anúncios pagos a partir de decisões mais inteligentes e sua ajuda é muito importante para nós.

Se você trabalha com Mídia Paga e quer conhecer mais sobre a Traktor, ficaremos felizes em conversar com você! Conheça nossas vagas disponíveis.

Está precisando de uma ajuda com suas mídias? Converse com nosso consultor e receba um Diagnóstico de Mídia para a sua empresa

Yasmin, Frigotto e Mariana Sanches

Mariana escreve os conteúdos da Traktor, Yasmin é analista de mídia e Frigotto é coordenador de marketing na Traktor e responsáveis pela parte técnica deste texto.